sábado, 12 de junho de 2010

Como o não-evangélico traduz as coisas do evangélico (5)

Clique na imagem para encher a tela.

3 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Impagável...

E a carteira, como volta...

risos.

wilson tonioli disse...

A carteira não volta Danilo.

Abção

Antonio Carlos disse...

Irmão, fiz algumas reflexões enquanto me preparava para fazer um trabalho da facu e compartilho com você.
Situações e ações que são aceitas pelos cristãos, pelas igrejas, mas que à luz da bíblia são consideradas pecado:

1.Comprar Cd e Dvd pirata (em banca de camelô evangélico);
2.Rádio pirata evangélica (tem até revelação... ela vem de Deus?);
3.Baixar filmes, Cds, etc sem a prévia autorização do autor;
4.Ter na Igreja e em casa programas de computador piratas ou sem licença, (o seu Windows XP, Vista ou Windows 7 é original?. O meu não é, tenho que me agir logo);
5.Acreditar que um presidente evangélico vai mudar a nação brasileira;
6.Não pagar bem os funcionários quando se é um empresário;
7.Não cumprir com as suas obrigações como trabalhador;
8.Chegar atrasado no trabalho diariamente (opa! Esse sou eu!);
9.Achar ruim quando o culto demora 10 minutos a mais do que o esperado;
10.Ir à Igreja só aos domingos;
11.Reclamar que o louvor foi ruim;
12.Se irritar achando que a pregação foi muito fraca;
13.Não orar e não ler a bíblia durante a semana;
14.Gostar de pornografia;
15.Ter o hábito de se masturbar;
16.Gostar de olhar a “muguegadha” na rua; (para os homens, estilo peão de obra);
17.Não haver ministérios ou um canal aberto para que estes assuntos possam ser ministrados e discutidos nas igrejas;
18.Proibir determinados comportamentos, maneiras de vestir ou de pensar nas igrejas;
19.Ser liberal e permissivo demais para com as doutrinas do evangelho;
20.Não haver mais Escola Dominical, Cultos de Oração ou de ensino da bíblia dentro das igrejas;
21.Não respeitar a pluralidade do evangelho;
22.Querer ter um canal de Tv, uma igreja gigantesca, com milhares de membros, pluricelular e ser influente no Brasil inteiro;
23.Ser um pregador “untado” na manteiga, cheio do óleo de Geováh e assado na fornalha de Daniel;
24.Carregar bandeiras de denominações, de ministérios ou de igrejas;
25.Não socorrer o pobre, o doente, o seu vizinho, a sua família e a sua casa;
26.Achar que Transferência de Dons, Teologia da Prosperidade, unção disso ou daquilo vem de Deus;
27.Achar que ninguém toca no Ungido do Senhor (deixa Deus saber disso);
28.Achar que todos que se denominam Apóstolos são verdadeiramente apóstolos (que eu saiba só existiram 12);
29.Achar que Deus tem que te restituir algo;
30.Achar que tem a Marca da Promessa;
31.Não haver mais liberdade de pensamento e de crítica dentro da Igreja;
32.Não haver unidade, amor, compaixão entre as igrejas e entre o povo evangélico;
33.Aceitar falsas profecias, falsos profetas, ministros mentirosos e ministérios falidos por amor a alguma coisa que não é o Senhor Jesus;
34.Cantar sobre dízimo, oferta, célula, promessa, vitória, restituição, benção sem fim e esquecer de exaltar e adorar aos reis dos Reis, Senhor dos Senhores;
35.Acreditar que a autoridade máxima na sua vida é o seu Pastor;

Acesse: zumbidoatomico.blogspot.com – O som dos Últimos Dias!!!
Em breve postarei isso lá. Talvez você tenha a sorte de encontrar algo de interessante neste blog.