segunda-feira, 26 de abril de 2010

Como o não-evangélico traduz as coisas do evangélico (2)

3 comentários:

Anônimo disse...

masterchrist é demais!
não vá pra eternidade sem ele!

joão ali

Danilo Fernandes disse...

Se for eu a dizer o "enche-me" vai ser unanimidade! KKKK

Abração mano véio!

wilson tonioli disse...

No seu caso Danilo precisas clamar "esvazia-me!". De boa.
graaaaaande abç