segunda-feira, 27 de abril de 2009

Orgasmos

Do conservador
Assim, assim, assim, mantém! Mantém... Fica só assim, assim não! Assim, não feche o manual, isso, assim! assssiiiiimm! Assssiiiimmmm!

Do neo-pentecostal
Ai...Vou tomar posse, vou tomar posse...Toma... Tomaaaa... – Então desamarra! Desamarraaaa! Repreendemos agora toda manifestação precoce! Eu declaro, esse gozo é meeeeu! Oh Vitóóóriaaaa!

Do carismático
Oh amor... Receba o dom... Levante suas mãos... Levante seus pés... Repita comigo: Eu tenho poder! Eu tenho poder... Clame! Clame! Liberte sua língua... O dom está vindo... Está vindoooo... Diga ao parceiro ao lado: eu te abençou-ooooo!

Do pentecostal histórico
Oh... Alê...Alê... Meu amor, Alê, alabachúrias, ondebachúrias, aquibachúrias, quantabachúrias, oh língua... Manifesta-se como prova do meu amor... Oh lábios... Ohhh, Alê... Aleluiaaaaaa...

Do adventista
Vem... Vem... Vem... VEM... VEEM ... VEEEEMM!

Do metodista
Aiiiii... Ééééhhhh... Iiiiihhhh! Ohhhhh... UUUiiiii.... Ahhhmém!

Do presbiteriano
Oh...intróito... Oh santo goooozo eu te invoco! Vamos gemer alternadamente amor! Oh, podemos nos assentar... (silencio) ... Fala, não pare, fala alguma coisa... Fala alguma coisa... Agora! Vou impetrar a benção, eu vou, eu vou, amémmm! Amémmm! Amémmm.
(- Boa noite irmã... Foi uma benção pra você? - Foi sim... e pro irmão?)

Do presbiteriano independente
Oh...intróito...oh santo goooozo eu te invoco! Vamos gemer alternadamente amor! Oh, podemos nos assentar... (silencio)... Fala não pare, fala alguma coisa... Fala alguma coisa... Agora! Oh amor, levemos esse gozo também aos pobreeeees...Vou impetrar a benção, eu vou, eu vooou, amémmm! Amémmm! Amééémmm.
(- Boa noite irmã... Foi uma benção pra você? - Foi sim irmão... Quer um cigarro?)

Do universal do reino
Deposita... Depositaaa! Vai depositaaaa! Unzinho só, depositaaaaa, agora, vai, vai amor, prova tua fééé, isso, deposita... Oh gozo-filácio... DEpositaaaaa....

Do renascer
Oh... Me ame, me ame... Estou quase em Miame... Invista em mim, que eu invisto em você... Me ame meu amor, Miami... Eu também vou chegar, eu vou... Me ame! Estou quase em Miameeeeeee...

Do batista
Oh... Sou feliz! - Sou feliz! - Ah amor, se paz da mais doce me deres gozaaar... – Oh amor, vou mergulhar de cabeçaaaaa... – Oh, já ouço o coral... Vamos em uníssono ser feliiiiiizzzzzzz!

Do gospel
Oh... Me dá um lá maior... Isso... Fica aí, lá... Lá... Láááá... Isso... Oh amor... Libere as vocalizações... Tenha liberdade de posições... Oh lá maior... Lá, lá, lááááá...

Do bíblico
Oh meu amor... Do grego, “eros”! Oh introdução, conteúdo e conclusão! Oh exegese impossível do termo “orgasmo”, do grego antigo “orgasmós”... Derivado de “orgaw”, “órgão”... Oh Órgão! O que é o estudo histórico-gramatical diante de ti?! Oh tradição oral... Ai amor... Oh gaudiis exultare! Oh líquido seminal, não de “seminário”, mas dos testículos dessa perícope! Oh não para... Não para... Não parábolaaaaaa....

Do fundamentalista
Isto sim é um orgasmo! Isto que é um orgaaasmo absolutooo, não outra coisaaaa! É isto! Só istooo! oh MEEEU Deus!
(interrompeu por estar perdendo o controle)

domingo, 26 de abril de 2009

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Recall Teológico (2)

A Igreja Evãgélica Soldados da Comunhão Plena solicita a seus membros e frequentadores, que compareçam até o final desse ano para vistoria gratuita (ofertas são bem vindas) e provável reparo na estrutura do relacionamento geral, tecnicamente conhecida como chassi de comunhão.
Alguns irmãos, senão todos, apresentaram solda inadequada ao eixo mestre, bem como aos eixos secundários, podendo ocasionar rupturas graves sob condições severas, o que levará ao rompimento das partes junto ao todo. Os acidentes em tais casos costumam ser fatais.
A não-conformidade deriva de teologias difundidas em alto grau de temperatura por não menos quentes ministros-soldadores e seus ferros de solda, contudo, sem a devida liga de nexos com a realidade.
O ajuste consiste em verificar o tipo de solda utilizado nas ligações e, constatando-se o caso de soldas em eletrodo super-revestidos de poder, as partes mais fracas serão preservadas rompendo-se o contato desta com a mais forte.
O segundo procedimento é o banho de ácido cético, que age como solvente das micros e macros doutrinas que se aderem às peças pelo calor, o que garantirá a limpeza das intempéries, preconceitos e traumas advindas dos abusos da liderança.
Embora seja um erro comum produzido nessas fábricas e pequenas indústrias teológicas, a Igreja supracitada reconhece a gravidade de tal produção em série e se compromete a só recobrar seu funcionamento após a correção da falha.
A Igreja só pede que aja um agendamento prévio da membresia e, se possível, que os membros não busquem o conserto em outras lojas de assistência não autorizadas.

Pr. Décio Ferro
Gerente de fábrica

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Para não passar em branco

Quem é?
Não posso deixar passar em branco esta data:
Talvez o maior de todos.
Tantos dias para nascer, foi nascer bem no dia em que morreu. Simbólico.
(23/04/1564 - 23/04/1616)

Recall Teológico

A Igreja Evãgélica Supremo Dom, convoca todos os membros ou frequentadores assíduos desde sua fundação em fevereiro de 1999, para verificação de possíveis falhas no sistema de freio na língua devido a uma idéia teológica fortemente desenvolvida pelos seus engenheiros teológicos e que pode vir a acarretar sérios danos aos proprietários (da língua).
Segundo o fabricante de tal teologia, o tubo de óleo ungido que alimenta todo o sistema do freio da língua, pode conter fissuras pelo atrito com a armadura de alguns irmãos mais céticos, o que resulta em perda de frenagem na hora de falar absurdos.
Novos testes para correção foram feitos e aprovados pela igreja fabricante, que consiste em troca dos irmãos que possuem tais armaduras ásperas e, ao mesmo tempo, estreitamento do tubo de óleo ungido, diminuindo a unção sem perder o poder.
Após o que, todos se submeterão a uma vaporização para limpeza da unção excedente por todo o corpo.
Serão atendidos prioritariamente aqueles membros com maiores prejuízos, ou seja:
- aqueles que estiverem apresentando vazamento generalizado de unção comprometendo outros sistemas.
- Aqueles que tem respostas para todas as questões e já não conseguem silenciar.
- Aqueles com palavras na ponta-da-língua que já tiverem causado danos a terceiros.

Embora os fabricantes afirmem que não precisarão muito tempo para os reparos, admitem que todos os membros deverão ficar previamente numa quarentena, afastados de qualquer contato com outros tipos de membros e igrejas.

Pr. Shao Lin Gua Solto
Gerente de fábrica

domingo, 19 de abril de 2009

Coitado do certo

Coitado do certo...
É errado como todos
e pensa que é certo
fazer-se de certo.
Se não fosse tão imprescindível,
daria a vida por ser certo,
por ser justo,
por ser bom.
Coitado do certo.
Não sabe que acaba no céu
como outro qualquer.
A vida lhe é uma competição,
mas não têm adversários,
joga com ele mesmo;
às vezes convida um Deus,
uma moral,
uma verdade,
um senso,
como parceiro.
Coitado do certo.
Não sabe que acaba no inferno
como qualquer outro.
Faz-se de necessário,
como exemplo,
como mártir,
mas não entrega seu corpo,
é mais útil vivo.
Contemporiza.
Fica na sua,
não pode ter inimigos,
não lhe caem bem...
É amigo de todos,
pois trata e trai a todos
de modo igual.
Se arruma discussão,
não dorme à noite...
corre logo pedir perdão;
a culpa é um açoite.
E o perdão não é pelo irmão,
é pela sua reputação.
Coitado do certo...
Não sabe que acaba no limbo
como qualquer outro.
Pondera,
prepondera,
avalia,
reflete,
pesa,
modera,
considera...
Coitado do certo...
Jamais certo coitado
hão de considerá-lo,
pois não desperta compaixão;
leva o cetro da convicção,
e na outra mão
o punhal da palavra;
mais o cinto de respostas
e o capacete de juízos,
vai pra sua guerra.
Coitado do certo,
em cuja presença
não se pode relaxar,
não se pode brincar;
encarcera a espontaneidade;
deixa-se de ser o que se é
se o que se é ele não deixa ser.

Coitado do certo...
Não sabe que acaba incerto
como outro qualquer.
Como aqueles que erram;
como aqueles que berram;
como aqueles que inventam;
como aqueles que acertam.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

quinta-feira, 9 de abril de 2009

domingo, 5 de abril de 2009

Saco das coisas

Sou um sapo de simpatia, minha boca está amarrada.
Anão de cimento e areia, minha graça está trincada.

Sou cavalo de carrossel
num redondel de falso riso.

Sou cobra de segurar porta,
fazem troça do meu guizo.

Papai Noel de vitrine, sem colo e de saco cheio.
Sou um touro de rodeio, signo não me define.

Sou um Judas preso em poste,
é de palha o meu trato.
Che Guevara nas paredes,
utopia presa em quarto.

Um palhaço de resina, boca aberta engole bolas.
A maritaca do realejo, vejo a sorte nas esmolas.

Galo que indica os ventos,
vira vento o meu canto.

Nossa Senhora de oratório,
de poeira o meu manto.

São Francisco de argila. Oh pobreza tão quebrável!
Dom Quixote em parafusos, inútil soldado soldável.

Sou crucifixo sobre a cama,

já perdi os meu fieis...

Um poeta preso em leis

esqueceu-se como se ama.


No saco das coisas desse mundo, conservada estará nossas vidas
em valores nobres e com naftalinas,
pela eternidade ou por um segundo.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

quinta-feira, 2 de abril de 2009