quarta-feira, 30 de julho de 2008

Editora Imundo Cristão (8)

Atendendo a oraç... pedidos.

terça-feira, 29 de julho de 2008

Você na Cena



Este é uma parte do grupo de teatro do projeto Raízes. Na primeira foto, Luciana do Vale, Marcial, Andrea, Luciana Lira, Tonioli e Pipão (mais conhecido como Filipe Tonioli). O João Ali e o Carlos Eduardo na iluminação e Zé d'água (Rafa) na filmagem. A Helena Tonioli (logo acima) na direção de plateia. Não podemos esquecer também do Ivan Cernev que montou todo o espaço cênico.
Contamos também com a participação especial de Susana e Paulo Rocha na música.

Isto aí que chamamos de Você na Cena é um Teatro de Reprise, onde as cenas vem de histórias e situações contadas pela plateia. Relaxamento e diversão garantidos.
O evento foi patrocinado pelo Projeto Criador, que é um trabalho social lá do Raízes que aos sábados acolhe CRIanças e ADOlescentes da vizinhança do Raízes.
O Você na Cena foi apresentado para os pais dessas crianças.
Valeu mesmo galera!

ca FÉ com LEI te (8)

?ergunte ao ?astor

90- Um crente que possui transparência se tatua com canetinha de retro?
91- O Alcorão proíbe o Álcool porque era mal o ?
92- Se um crente dá seu dízimo de vez em quando, ele dizima periódica?
93- Se um pastor não prega direito sua mensagem cai?
94- Funcionários da Eletropaulo eram forçados a adorar os postes-ídolos?
95- É correta a oração em que o sujeito vai à frente do Verbo?
96- Um doador universal é aquele que contribui com a igreja do Edir Macedo?
97- Quem soltou o livre arbítrio?
98- É saudável o uso de silicone no seio da igreja?
99- O crente que vive lutando com inimigos invisíveis tem o dom quixote?
100- Salmodiar é o ato de cantar salmos a quem se odeia?
101- Do cruzamento do louva-deus com a cigarra, nasce um grilo pentecostal?
102- É verdade que o sapo que freqüenta a igreja da lagoinha "lava o pé "?
103- Quem apagou a toócha de Balaão?
104- Se um gato escaldado se converte, como fazer para batizá-lo?

sexta-feira, 25 de julho de 2008

E-mailígrafos

Como já se tornou comum a utilização dessas viadagens nos e-mails, esses sinaizinhos no final da frase que tentam expressar um sentimento, - já que a palavra escrita é fria e sem performance – vou também contribuir com algumas sugestões. Aí você pode só usar o desenhinho (nossa, nunca escrevi essa palavra) economizando palavras para seus comentários.

..? Van Gogh
Para quando alguma coisa lhe parece louco, mas não deixa de ser genial.

..
))))
Nietzsche
Para quando um texto é presunçosamente filosófico, da voltas em si mesmo e só aponta para o que não é e nunca para o que é ou deva ser.


:{> Einstein
Quando algo é inteligente acima do normal.

c/:- Chaplin
Quando algo é gracioso, sensível e genial.

/:- Hitler
Para quando algo é absurdamente invasivo e unilateral. Serve também para fundamentalistas que querem queimar tudo o que não é... Fundamental.


:{{{{{{{ Moisés
Para quando uma coisa tem muita lei e nenhuma graça.


§§:) Carmem Miranda
Para quando uma coisa é bem a nossa realidade.

..
Ç
gatinho
Para aquelas mensagens, poesias (de porta de igreja evãgélica) ou de fundo espírita, que são fofinhas, mas não te serve pra nada.

! ! dog alemão
^
Para quando um texto é gigante, mas proporcionalmente inócuo. Não faz mal nem incomoda ninguém. (a não ser que alguém tenha perdido tempo em ler até o fim)

“..” corno
Para quando uma coisa foi claramente adulterada.

$} evãgélico
Para quando... Bem, você sabe para quando.


Tchau, até a próxima :)

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Mais vale um ato louco que mil sãos


A defesa inusitada feita por René Higuita, da Colômbia, apelidada de "escorpião" em um amistoso contra a Inglaterra no dia 7 de setembro de 1995, no Estádio de Wembley, lhe rendeu o prêmio de melhor jogada da história do futebol em uma pesquisa
feita pelo site inglês Footy Boots.

Ninguém entra para História sem um ato louco.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Zoombeatles


"nós só estamos buscando um pouco de paz."

terça-feira, 22 de julho de 2008

O Dito e o Implícito

O Dito e o Implícito são irmãos inseparáveis,
porém, contraditórios.
O primeiro diz uma coisa,
o segundo outra.
O Dito é sintético,
o Implícito é antiético.
O Dito faz ouvir,
o Implícito faz pensar.
O Dito fica no chão,
o Implícito fica no ar.
Filhos da mesma mãe,
mas de gênios diferente:
O Dito é covarde,
o Implícito renitente.
O Dito é bonito,
o implícito é medonho.
O Dito vai às festas...
O Implícito às favas.
O Dito se dá com parentes,
o Implícito é transparente.
O Dito é uma benção,
o Implícito uma maldição.
O Dito é menino mimado,
o Implícito campo minado.
O Dito estudou nas melhores escolas,
o Implícito confessou suas colas.
O Dito é a luz que cega,
o Implícito a penumbra que revela.
O Dito mamou nos fartos seios da hipocrisia,
o Implícito na mamadeira requentada da acrasia.

//

Vamos a uns diálogos. A primeira frase é do Dito; a segunda do Implícito.
Marido e mulher:

Ele
-Meu bem, que tal um cineminha hoje?
-Vamos ao cinema hoje, porque no resto da semana estarei envolvido com outras coisas e não poderei dar atenção a você?

Ela
-Eu topo, faz tempo que não vejo um filme.
-Claro, há quanto tempo que não conversamos e esta vai ser uma ótima oportunidade.

Ele
-Legal. O que você quer ver?
-Mas você que escolhe o filme... Estou cheio de ouvir suas críticas ao que escolho.

Ela
-Oba! Ah... Algo bem romântico.
-Ok. Algo que retrate um pouco da nossa situação e você abra seus olhos.

Ele
-Opa! É o que eu quero também.
-Pra mim está ótimo. Quem sabe tenha cenas bem quentes e que te estimule depois...

Ela
-Então me dá um beijo...
-Dá um pouco de carinho vai...

//

Entre Patrão e empregado:

Empregado
-... Sabe o que é... Eu recebi uma proposta de outra empresa.
-... Quero saber se você vai me valorizar agora cobrindo essa oferta...

Patrão
-Que pena, será que não dá pra gente conversar?
-Tá bom, fala logo quanto você quer seu desgraçado.

Empregado
-Claro que dá. Embora a oferta seja irrecusável, eu gosto muito daqui...
-Agora você quer conversar né, seu safado?!

Patrão
-Olha, dá um tempo pra mim até amanhã que eu vou ver o que eu consigo com os diretores.
-Eu vou dar uma enrolada até amanhã e tentar descobrir com seus colegas se é verdade ou se você está blefando.

Empregado
-Tudo bem. Não quero tomar uma atitude precipitada mesmo.
-Por mim... Eu vou sair de qualquer jeito mesmo... Esse joguinho é só pra ver vocês perderem um tempinho comigo.

//

Entre o pastor e a ovelha:

Ovelha
-Meus parabéns pastor, que sermão!
-Veja, sou alguém que te dá apoio, mesmo com os mesmos sermões de sempre.

Pastor
-Muito obrigado minha irmã... Glórias ao Senhor.
-Nossa! Lá vem você de novo... Não tem capacidade para entender meus sermões e vem fazer média.

Ovelha
-Quando o senhor vai à minha casa?
-Quando você vai fazer alguma coisa que justifique seu salário?

Pastor
-Você acha que não estou ansioso por isso?
-Você acha que eu vou procurar sarna pra me coçar?

Ovelha
-Minha família espera pelo senhor, para nos conhecermos melhor.
-O senhor vai ver como somos crentes e tudo que temos pra falar da igreja...

Pastor
-Minha querida, que benção!
-Minha nossa! Que provação!

Ovelha
-Vou esperar eim?!
-Vou esperar sentada viu?!

Pastor
-Não acredita no seu pastor? Se eu falei que vou...
-Que mulher chata você! Se eu falei que vou é só pra me ver livre agora... Ninguém merece!

Ovelha
-Então ta. A Paz do Senhor pastor.
-Ta bom... Deus tenha misericórdia do senhor.

Pastor
-Paz irmã.
-Passa irmã!

//

Bem, mas isso também é só o meu Dito. Descubram o Implícito.

sábado, 19 de julho de 2008

A Flor de Ana

Quem colheu a flor de Ana,
e onde lha pôs por capricho;
num bar, num baú, num nicho?
Parte da parte mais freudiana.

Talvez do vício lhe culpem
e o vermelho da flor
reflete o rubro que escondem
por nunca beberem da dor.

Não é a flor de Bilac,
o realismo de Balzac,
que explicarão sua ausência.

É o jardim morto da apatia;
o silencio vivo da coxia
e um’ Ana seca por clemência.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Sr. Thomas Williams e sr. Rick



Cenas de As Lágrimas de Blanche Dubois. Não precisa comentar.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Vinícios deitado

Vinícios deitado em versos,
como casulo que não descapsula
nem se assoalha a vil libélula...
Vi nisso diabos diversos.

Do pó que no ventinho rasteja,
respiras em conforto e augúrios,
de na bicicleta fugir da peja,
com esgar no rosto, calma nos cílios.

De não expungir tua presença
nem deitar-me ao teu lado,
vou-me em paz e desenganado...

Meu travesseiro de cactos;
meu lençol de ácaros;
mortiços dias, minha sentença.

terça-feira, 8 de julho de 2008

ca FÉ com LEI te (7)

Temos recebidos muitas perguntas - algumas não podemos colocar no ar - mas não temos respostas na mesma proporção. É esquisito, pois o evangélico sempre tem resposta pra tudo...
Então vamos a mais um

?ergunte ao ?astor

54- Os Midianitas eram inimigos do povo hebreu porque usavam os meios de comunicação para difamá-los?
55- Os juízes do V.T. apitavam as faltas do povo?
56- Quais aparelhos eletrônicos eram plugados à tribo de Benjamim?
57- Se há pastor de tempo integral, há também os de tipo B e os de tipo C?
58- Transcendente é uma transportadora de banguelas. Falso ou verdadeiro?
59- O apóstolo Paulo era o único que sabia tecer um comentário?
60- Só os profetas menores podiam acalmar tempestade em copo d’água?
61- O anti-semitismo é a corrente que nega tudo que é pela metade?
62- O crente que não dispensa um bom cação ao forno é dado à fornicação?
63- O que leva um crente a ser vegetariano se a luta não é contra a carne?
64- Houve uma redundância quando acabou o reinado do rei Acab?
66- Se o jovem não evitar as drogas seu problema aumenta e vira uma bola de neve?

domingo, 6 de julho de 2008

sábado, 5 de julho de 2008

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Soneto em situação de rua

O furúnculo da sociedade,
podre e indolor e puto...
Putrefato pilar do viaduto,
arrastas teu pus na cidade.

És das bondades a busílis,
que lanzudo, não te confias;
qual calçada te premiaria
com caco de vidro na sua bílis?

Lobisomem em decomposição;
lôbrega lenda das carrocinhas
que livres vagavam nas pracinhas...

Mas não podendo celebrar seus hinos;
não podendo trabalhar seus intestinos,
títere será, com seu caos, seu cão.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Último sinal


Dias 4 e 6 de Julho/08
sexta e domingo as 21h

extras: 23h sexta, 19h domingo.
R. Cel. Mello de Oliveira, 188 pompéia

Bebum delivery

terça-feira, 1 de julho de 2008